Atividades 2017
Saber Mais

Apresentação da Unidade

O CEGOT é um centro de investigação em Geografia e Ordenamento do Território, reconhecido formalmente pela FCT em 2008 que conta com o contributo de 76 membros doutorados e 62 estudantes de doutoramento, resultando do esforço cooperativo dos departamentos de Geografia das Universidades de Coimbra, Porto e Minho.

A estrutura de gestão está organizada em quatro órgãos: a Coordenação representada por Teresa Sá Marques; o Conselho Directivo composto por 5 membros representando as duas universidades que não a do Coordenador e os três grupos de investigação (António Vieira, Rui Gama, Lúcio Cunha, José Rio Fernandes e Norberto Santos); o Conselho Científico que integra todos os investigadores doutorados do centro; e a Assembleia que reúne todos os membros do CEGOT.

Além disso, tem a consultoria de investigadores internacionais, reunidos numa Comissão Permanente de Aconselhamento que conta com Augusto Perez Alberti (Universidade de Santiago de Compostela - Espanha), Márcio Morais Valença (Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Brasil), Edward Soja (Universidade da Califórnia, Los Angeles - EUA), Nicos Komninos (Universidade Aristóteles em Salónica - Grécia) e Mark Vetter (Universidade Humboldt de Munique - Alemanha).

O CEGOT edita a revista semestral GOT - Geografia e Ordenamento do Território e organiza anualmente o Encontro Internacional do CEGOT, o qual, em 2013, terá por tema Geography & Politics, Policies and Planning.


A investigação está organizada em três grupos:
  1. Grupo 1 - Natureza e dinâmicas ambientais

  2. Grupo 2 - Cidades, competitividade e bem-estar

  3. Grupo 3 - Paisagens culturais, turismo e desenvolvimento

O Grupo 1 desenvolve investigação sobre os reflexos territoriais das dinâmicas ambientais que afectam a superfície da Terra e o seu interface com a atmosfera, biosfera e hidrosfera. Há quatro temas dominantes que são privilegiados quer na investigação fundamental, quer na aplicada:
  1. geomorfologia, climatologia e dinâmicas hidrológicas em Portugal;
  2. dinâmica ecológica da paisagem;
  3. riscos naturais em Portugal;
  4. suportes físicos do ordenamento do território.

No Grupo 2, as expectativas centram-se na promoção do avanço da investigação científica em questões urbanas, designadamente na compreensão da organização das áreas urbanas e das suas múltiplas relação e sobreposições escalares. A abordagem considera as vantagens de compreender o território nacional através do estudo das metrópoles e cidades, mas também das variadas formas de urbanidade e da forma como as áreas urbanas consolidadas e difusas se relacionam com os espaços de baixa densidade. As dimensões relacionadas com o bem-estar da população, a inovação e competitividade territorial são privilegiadas, enfatizando as questões da saúde, transportes e economia numa perspectiva centrada na compreensão e/ou acção na distribuição territorial.

Os principais objectivos do Grupo 3 passam por desenvolver e consolidar a investigação fundamental e aplicada nos domínios do turismo, cultura e das suas relações múltiplas com o desenvolvimento. Considerando o turismo como um domínio estratégico, ao qual o património natural e construído, a cultura material e imaterial e o desenvolvimento estão associados, este grupo privilegia duas áreas articuladas entre si:
  1. turismo;
  2. dinâmicas territoriais e desenvolvimento.




Via Panorâmica, s/n
4150-564 Porto - PORTUGAL [ ver mapa ]
geralcegot@gmail.com


FCT